Diário de Winston Smith << Duplipensar.net

Diário de Winston Smith
Winston Smith é o protagonista da obra-prima de George Orwell, 1984. Num mundo em que os todos são vigiados permanentemente através da tecnologia, Winston compra um simples bloco de papel para registrar seus pensamentos


  Diário de Winston Smith, o blog do Duplipensar.net

O presente é o passado
A absoluta reconquista mexicana
George Orwell é o segundo melhor escritor britânic...
Jogador muda de nome para a Copa do Mundo de Rugby...
Corra que a polícia vem aí!
Bebê fica famoso na web antes de nascer
O Grande Irmão Chávez usa a tragédia do Peru para ...
Governo português, CIA, FBI e Vaticano alteram a ...
Decida pelo terceiro mandato de Lula
Curiosidades incovenientes do Pan
O Ministério da Verdade informa os próximos passos...


O passado é o presente
06.2004
07.2004
08.2004
09.2004
10.2004
11.2004
12.2004
01.2005
02.2005
03.2005
04.2005
05.2005
06.2005
07.2005
08.2005
09.2005
10.2005
11.2005
12.2005
01.2006
02.2006
03.2006
04.2006
05.2006
06.2006
07.2006
08.2006
09.2006
10.2006
11.2006
12.2006
01.2007
02.2007
03.2007
04.2007
06.2007
07.2007
08.2007
09.2007
02.2008
04.2008

Página Atual

 



1936 além de Owens e Hitler


Você sabe quem foram Cornelius Johnson, Ralph Metcalfe e Woodruff Willianson? São atletas olímpicos que caíram no buraco da memória. Se você acha que as Olimpíadas de Berlim se resumiram ao embate entre o bem o mal. Leia este artigo




Os fascilósofos e o terrorismo contra os russos

Os fascilósofos somente ficam chocados quando os ataques terroristas são contra os EUA. A indiferença é total quando terroristas derrubam dois aviões russos causando a morte de 90 passageiros e tripulantes. Logicamente, os fascilósofos estão mais interessados em provar que Kerry, Clinton e o PT são comunistas.

Lamentavelmente, são os mesmos que praticam o duplipensar de defender a liberdade, mas sempre defendem a ditadura dos amigos; são os mesmos que defendem as forças da paz; e são os mesmos que condenam terroristas mas menosprezam incidentes quando os "comedores de criancinhas" são o alvo.

Bom, agora que os fascilósofos (os mesmos que críticam o Ministério da Verdade e, duplipensadamente, são representantes deste) se apresentam apenas como escritores e jornalistas, resta saber a ignorância e carência de seus seguidores, pois a falta de critério e a histeria estão cada dia mais evidentes.




In-mascotes



Depois das impessoas, os in-mascotes. Alguém sabe de Athena e Phevos, os horrorosos mascotes das Olimpíadas de Atenas?

Saiba mais sobre Os mascotes das Olimpíadas.




Veja QuantoÉ

Quem controla o presente, controla o passado. Impossível não associar esta máxima ao atual duelo IstoÉ e Veja, onde as duas revistas semanais mais prestigiadas do país se debatem em torno de seus próprios interesses. De um lado, a IstoÉ que se tornou o fórum de defesa do projeto de regulamentação da atividade jornalística apresentada pelo Governo. Do outro a Veja que luta contra qualquer possibilidade de controle ao serviço de comunicação. Novamente, nenhum veículo demonstra preocupação com os interesses dos profissionais jornalistas ou mesmo de seu público.

Vale lembrar que o jornalismo mercenário de IstoÉ já foi anteriormente comentado neste espaço.




Lula, Bush e o poder até não mais poder

"Eu fui agora ao Gabão aprender como é que um presidente consegue ficar 37 anos no poder e ainda se candidatar à reeleição"
Lula

"Tudo seria mais fácil se isto fosse uma ditadura"
Bush





O esporte como instrumento político



"A equipe iraquiana não quer sua imagem associada ao Sr. Bush durante sua campanha presidencial", diz Salih Sadir, meio-campo da equipe iraquiana de futebol. Sadir finaliza: "Ele que procure outra forma de se promover. Quero que a violência e a guerra fiquem bem longe de nossas cidades. Esperamos que os EUA deixem o nosso país. Queremos eles bem longe."

O polêmico anúncio, já devidamente reeditado sem a equipe iraquiana de futebol, apresenta a seguinte locução: "Nesta Olimpíada existem duas novas nações livres, dois antigos regimes terroristas: Afeganistão e Iraque."

Ahmed Manajid, outro jogador iraquiano vai ainda mais longe ao comentar o anúncio. Ele diz que as forças da coalizão mataram seu primo e muitos de seus amigos que lutavam contra a ocupação do Iraque. "Na verdade, se não estivesse aqui jogando futebol estaria certamente lutando na resistência. Quero defender minha terra. Se um estrangeiro invadisse os EUA e seu povo resistisse, isto os tornariam terroristas? Tudo mundo em Fallujah está sendo rotulado como terrorista. Mas isto é mentira. O povo de Fallujah é o melhor do Iraque."

Embora todos os membros da delegação olímpica sejam gratos por não lidar mais com Uday Hussein, responsável pela tortura e morte de atletas iraquianos até a queda do antigo regime, ninguém está disposto a endossar uma peça publicitária de Bush.

Diplomático, o técnico da equipe de futebol iraquiana, Adnan Hamad diz: "Meu problema não é com o povo estadunidense. Meu problema é com o que os EUA fizeram ao Iraque: Destruíram tudo. O exército estadunidense assassinou tantas pessoas no Iraque. Que liberdade é essa se quando estou indo ao Estádio Nacional passo por tantos tiroteios em plena rua? "

Ele ainda lembra que assim que os jogos terminarem, todos voltam para o Iraque e não desejam passar a idéia de que aprovam a ocupação. "A guerra não traz segurança alguma. Hoje muitas pessoas odeiam os EUA."

Acompanhe mais sobre as histórias das Olimpíadas no especial Olimpíadas duplipensadas.




O Grande Irmão lê o diário


O que não se consegue com pressão? A reação vem a seguir...




Miniver Orkut informa



Reparem na proporção do gráfico acima.

O Orkut (site de relacionamentos do Google que é sucesso no Brasil) tem um página de dados demográficos. Há pouco tempo, os cadastrados brasileiros superaram os estadunidenses e logo depois, atingiram os 50%. Em todos os 10 gráficos de dados demográficos e pessoais de seus usuários o Orkut apresenta a proporção correta entre valor e a barra. Na proporção por país não.

Um dos intuitos deste tipo de distorção é atrair usuários estadunidense e europeus maquiando a realidade. Visualizando apenas as imagens este site não "pertence" ao terceiro mundo. Além do Brasil ter "quase" a maioria dos usuários, países como Irã, Índia e Paquistão estão entre os primeiros no ranking de usuários cadastrados. Logicamente este é um sucesso localizado. A Estônia, ex-república soviética, por exemplo, tem incríveis 2% do total de usuários e é um país de apenas 1,4 milhão de habitantes.

Note como os 18,27% de estadunidenses no gráfico estão exageradamente próximos dos 49,27% de brasileiros, os quais já foram mais de 50% do total. Recentemente o Brasil deixou de ser maioria e tem agora um valor parecido com índices oficiais de inflação - 49,27%! Que não é a maioria e passa a impressão de ser "40 e alguma coisa". Dá-lhe Ministério da Verdade!




Frases Duplipensadas

"Nós precisamos reeleger o presidente Lula. O nosso projeto precisa de um mandato de oito anos. Queremos acabar de aprovar todas as reformas no Congresso."
José Dirceu, ministro da Casa Civil, agosto de 2004.

"O presidente Fernando Henrique Cardoso encaminhará este ano ao Congresso a segunda geração de reformas."
Pedro Malan, ministro da Fazenda, janeiro de 1998.

Vale a pena ler de novo: "Eu votei no Duda Mendonça e não sabia (e não sabia mesmo)"




Bem-vindo a Terra da Liberdade!

A PRole de Imigrantes






Reformas: antigas promessas e velhos ideais

Os jornais são iguais todos os dias, mudam apenas alguns personagens.

"Nós precisamos reeleger o presidente Lula. O nosso projeto precisa de um mandato de oito anos. Queremos acabar de aprovar todas as reformas no Congresso."José Dirceu, ministro da Casa Civil, agosto de 2004."

O presidente Fernando Henrique Cardoso encaminhará este ano ao Congresso a segunda geração de reformas." Pedro Malan, ministro da Fazenda, janeiro de 1998.

Depois, reclamam do Especial 501 dias de governo Lula: uma boa idéia?





Rumo ao Buraco da Memória

Alguém vai lembrar disso em 2014?




O ministério da verdade informa

"O governo estuda mudar os cartões magnéticos usados no pagamento da Bolsa-Família para incluir neles, com destaque, a marca Fome Zero. Trata-se de uma determinação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, segundo contou o ministro Patrus Ananias (Desenvolvimento Social)."
Texto da Folha de S. Paulo que ressalta o aumento da propaganda para encobrir soluções desgastadas e populistas.




Você era feliz e não sabia




Paraguai - A maior liquidação de sua vida

Uma vez um shopping iniciou uma campanha chamada "A maior liquidação da sua vida". Obviamente o redator e o cliente não pensaram que as pessoas não iriam aos shoppings para terem as suas vidas liquidadas.

Infelizmente, a liquidação de mais de 365 vidas (por enquanto), aconteceu num hipermercado paraguaio, localizado na periferia de Assunção.

Com medo de saques e clientes que correriam sem pagar suas compras (alguém entraria na fila com o supermercado pegando fogo?), um massacre motivado pela ganância mais uma vez ocorreu. Diversas pessoas tiveram de escapar pelas janelas e muitas morreram porque os seguranças trancaram as saídas do prédio.

365 mortos e mais de 270 feridos. Protestos? Não, não, eles eram "apenas" latino-americanos da periferia da periferia da periferia.

Enquanto os Malufs estão soltos e o escândalo dos bingos é apagado da memória, a tragédia do supermercado paraguaio, infelizmente, será esquecida em poucos meses.




Obama bem ao lado




Barrack Obama foi a grande estrela da convenção democrata para a presidência dos EUA. Praticamente J. F. Kerry deve acabar com a quadrilha do Texas antiamericana e pró-petróleo. Mesmo assim, Obama, de 42 anos, deve se eleger senador pelo estado de Illinois. Filho de um negro do Quênia e de uma branca do Kansas, o mestiço de pele escura Obama pode ser declarado o primeiro "negro" a se eleger senador estadunidense e o terceiro de origem africana a ocupar uma vaga de senador.

Os EUA tem cerca de 12% de negros, o terceiro maior grupo étnico depois dos WASPs e latinos. Dos atuais 100 senadores estadunidenses nenhum é negro! Ou seja, representativamente, eles deveriam ser 12, pelo menos. Esta distorção acontece em todo o continente. Quais são a cores de pele dos presidentes do México, Cuba, Brasil e Argentina?

Nos EUA a distorção política é sempre a maior. Cerca de 11% dos universitários são negros e 7% dos profissionais liberais são afro-americanos.

Nada estranha que a distorção seja apenas política num país que o processo eleitoral é desproporcional e ainda injusto. Os EUA tem muito o que ensinar ao mundo em eficiência, embora tenham muito que aprender em tornar as eleições mais confiáveis e honestas.

O advogado Barrack Obama é apontado como presidenciavel para as eleições de 2012 ou 2016, as quais estará na casa dos 50 anos e terá tido uma experiência como senador.

Enquanto Osama se torna impessoa, Obama vem aí.