A realidade e a fé em Star Wars: história - Uma Nova Esperança < Fábulas e realidade nas trilogias de Star Wars < Dossiês < Duplipensar.net Português do Brasil  English 
 

 


 


Danilo José Figueiredo - Publicado em 22.10.2003




Publicidade


Desde a destruição do Império Sith, os Sith remanescentes sonhavam com a vingança contra a República e, sobretudo, contra os Jedi. Depois dos eventos ocorridos no episódio III, que encerram um longo planejamento do mais engenhoso de todos os Sith, Darth Sidious, os Jedi foram finalmente erradicados (apenas uns poucos conseguiram fugir e se esconder em regiões remotas da Galáxia, ou seja, não representam perigo) e a República tomada. Estabelece-se então, uma nova era: o Império.

Assim como nos sub-itens 3.2.1, 3.2.2 e 3.2.3, a leitura dos quatro sub-itens subseqüentes é dispensável para aqueles que conheçam bem a série original e um pouco do Universo expandido de Star Wars.

O filme inicia-se com Leia Organa, Senadora do Império sendo capturada pela frota Imperial chefiada por Darth Vader. Ela é acusada de colaborar com a Aliança Rebelde e de estar portando planos bélicos que seriam úteis aos inimigos do Imperador.

Ao chegar à Estrela da Morte, estação bélica suprema do Império, arma capaz de destruir completamente um Planeta com um só disparo, a Princesa de Alderaan diz-se ultrajada por sua prisão, afinal, ela é uma Senadora, mas fica sabendo que o Imperador acabara de dissolver o Senado.

Antes, porém, de ser capturada, Leia despacha o mesmo R2-D2 que pertencera a Amidala para Tatooine, em busca de Obi-Wan Kenobi, um antigo Jedi, amigo de Bail Organa, seu pai adotivo. O robô contém os planos da Estrela da Morte que devem ser entregues em segurança a Bail Organa em Alderaan.

Paralelamente, vê-se a História de Luke Skywalker, rapaz que ficara órfão ao nascer e que fora entregue para os tios Owen e Beru Lars para que estes o criassem. Luke sonha em ir para a academia de pilotos da Aliança Rebelde, mas seu tio o impede por algum motivo que ele desconhece.

Luke e o tio acabam comprando R2-D2 e seu fiel companheiro C-3PO de contrabandistas Jawas (outro povo dos desertos de Tatooine) que os haviam capturado no meio de seu percurso em busca de Obi-Wan Kenobi.

R2-D2 foge de Luke rumo à casa de Obi-Wan Kenobi, que, com cerca de sessenta anos, é conhecido por todos como "O Velho Ben", "O Eremita Louco", "O Velho Bruxo", entre outros nomes.

Obi-Wan Kenobi e Luke Skywalker Luke acaba emboscado pelos Tusken Raiders e só não é morto porque Obi-Wan o salva. O Jedi conta-lhe um pouco da História recente da Galáxia e lhe dá o sabre de luz que fora de Anakin. Obi-Wan diz que Anakin foi traído e morto por Darth Vader e convida Luke para ir com ele a Alderaan, aprender a ser um Jedi. O jovem nega por respeito ao tio, mas retornando a casa, descobre que os soldados do Império estiveram por lá a procura dos dois robôs e que, não os tendo encontrado, destruíram a casa e mataram seus proprietários, no caso, os tios de Luke.

Sem mais nada que o prendesse a Tatooine, Luke resolve seguir o Mestre Jedi e inicia seu treinamento.

Como parte da tortura de Leia, Moff Tarkin, o comandante da Estrela da Morte, destrói Alderaan, Planeta onde estava Bail Organa e de onde Leia era Princesa.

Sem ter onde entregar os robôs, Obi-Wan e Luke, agora escoltados por Han Solo e Chewie acabam encontrando a Estrela da Morte e nela entrando com o objetivo de resgatar Leia. No processo, Obi-Wan reencontra Darth Vader e no confronto, morre.

Ao ver seu Mestre morrer, Luke passa a odiar instantaneamente Darth Vader, o que lhe aproxima do Lado Negro da Força. O filme torna-se uma corrida contra o tempo para que o grupo, agora com Leia no lugar de Obi-Wan, consiga chegar até Yavin IV (a mesma lua onde num passado muito distante Darth Bane havia se refugiado com seu aprendiz Massassi) e entregar os planos da Estrela da Morte antes que esta destrua o Planeta.

Ocorre uma batalha final, chamada de batalha de Yavin, onde um pequeno grupo de caças da Aliança Rebelde confronta a nata da aviação de guerra do Império e, mesmo sendo esmagado, consegue o impensável: destrói a Estrela da Morte graças ao fato de Luke ter conseguido "ouvir" os conselhos da Força.

Darth Vader é o único sobrevivente dentre os Imperiais que estavam na batalha e, além de sobreviver, percebe que Luke, seu filho, estava na batalha.

Voltar para o Especial Fábulas e realidade nas trilogias de Star Wars »


[+] Envie este artigo para um amigo: