Tópicos desta página:
Seleção brasileira na Copa do Mundo, Brasil em todas as copas do mundo, brasil nas copas, brasil campeão, brasil 1958, brasil 1962, brasil 1970, brasil 1994, brasil 2002, brasil 2006, classificação copa, classificação brasil, resultado copa, resultado brasil, resultado portugal, resultado angola, quanto foi, fotos do jogo, vídeos, gols, golos de portugal, golos, golo angola, golo portugal, gol brasil, ronaldo, cristinao ronaldo, ronaldinho, akwa, felipão, scolari, parreira, tabela da copa do mundo, fifa copa, brasil copa, brasil 2006, jogos da copa, resultado copa, copa resultados, futebol jogo, horário dos jogos, jogos da copa do mundo, copa na alemanha, alemanha brasil, brasil croacia, brasil australia, brasil japao, grupo do brasil

Duplipensar.net é uma revista eletrônica baseada nos conceitos da obra-prima do escritor George Orwell, o livro 1984. Saiba mais sobre o Dupli nesta página. Criado em 21 de dezembro de 2001, o Duplipensar é um canal de expressão de novas idéias.

Cadastre-se Grátis
Cadastre-se e receba os boletins do Duplipensar em sua caixa de correio eletrônica. Saiba mais sobre o Boletim do Duplipensar.net.

Eleições 2012 - Eleições para prefeito e vereador nos municípios brasileiros em 2012
1º Turno - 7 de outubro de 2012
2º Turno - 28 de outubro de 2012

Eleições para prefeito e vereador no Brasil em 2012 (lista por estado)
Acre | Alagoas | Amapá | Amazonas | Bahia | Ceará | Espírito Santo | Goiás | Maranhão | Mato Grosso | Mato Grosso do Sul | Minas Gerais | Pará | Paraíba | Paraná | Pernambuco | Piauí | Rio de Janeiro | Rio Grande do Norte | Rio Grande do Sul | Rondônia | Roraima | Santa Catarina | São Paulo | Sergipe | Tocantins

Eleições para prefeito e vereador nas capitais dos Estados do Brasil em 2012
Aracaju | Belém | Belo Horizonte | Boa Vista | Campo Grande | Cuiabá | Curitiba | Florianópolis | Fortaleza | Goiânia | João Pessoa | Macapá | Maceió | Manaus | Natal | Palmas | Porto Alegre | Porto Velho | Recife | Rio Branco | Rio de Janeiro | Salvador | São Paulo | São Luís | Teresina | Vitória

   


 
  Inicial » Dossiês » Copa do Mundo de 2006 » Histórico do Brasil nas Copas do Mundo

Histórico do Brasil nas Copas do Mundo
O Brasil é o único país que participou de todas as Copas do Mundo. Confira nesta página todos os dados da seleção brasileira em Copas do Mundo. Da primeira participação no Uruguai até a Copa da Alemanha de 2006, incluindo as conquistas na Suécia em 1958, Chile em 1962, México em 1970, Estados Unidos em 1994 e na Córeia do Sul e Japão em 2002.




Publicidade


Participação do Brasil nas Copas:

Copa do Mundo - Colocação do Brasil - J - V - E - D - GP - GC
Uruguai 1930 - Primeira fase - 2 - 1 - 0 - 1 - 5 - 2
Itália 1934 - Primeira fase - 1 - 0 - 0 - 1 - 1 - 3
França 1938 - 3º lugar - 5 - 3 - 1 - 1 - 14 - 11
Brasil 1950 - 2º lugar - 6 - 4 - 1 - 1 - 22 - 6
Suíça 1954 - Quartas-de-final - 3 - 1 - 1 - 1 - 8 - 5
Suécia 1958 - Campeão - 6 - 5 - 1 - 0 - 16 - 4
Chile 1962 - Bicampeão - 6 - 5 - 1 - 0 - 14 - 5
Inglaterra 1966 - Primeira fase - 3 - 1 - 0 - 2 - 4 - 6
México 1970 - Tricampeão - 6 - 6 - 0 - 0 - 19 - 7
Alemanha 1974 - 4º lugar - 7 - 3 - 2 - 2 - 6 - 4
Argentina 1978 - 3º lugar - 7 - 4 - 3 - 0 - 10 - 3
Espanha 1982 - Segunda fase - 5 - 4 - 0 - 1 - 15 - 6
México 1986 - Quartas-de-final - 5 - 4 - 1 - 0 - 10 - 1
Itália 1990 - Oitavas-de-final - 4 - 3 - 0 - 1 - 4 - 2
Estados Unidos 1994 - Tetracampeão - 7 - 5 - 2 - 0 - 11 - 3
França 1998 - 2º lugar - 7 - 4 - 1 - 2 - 14 - 10
Coréia do Sul / Japão 2002 - Pentacampeão - 7 - 7 - 0 - 0 - 18 - 4
Copa da Alemanha 2006 - Quartas-de-final - 5 - 4 - 0 - 1 - 10 - 2
Total - 92 - 64 - 14 - 14 - 201 - 84

Todos os jogos do Brasil em Copas do Mundo:
O Brasil na Copa de 1930 no Uruguai:
Oitavas-de-final - Grupo 2:
Brasil 1 x 2 Iugoslávia
Data: 14 de julho de 1930
Local: Central Parque Pereira (Montevidéu)
Árbitro: Anibal Tejada (Uruguai)
Gols: Tirnanic 30, Beck 35 do 1º tempo; Preguinho 16 do 2º.
BRASIL: Joel; Brilhante, Itália; Hermógenes, Fausto, Fernando; Poly, Nilo, Araken, Preguinho, Teóphilo.
IUGOSLÁVIA: Jaksic; Ivkovic, Mihailovic; Arsenievic, Stefanovic, Djokic; Tirnanic, Marjanovic, Beck, Vujadinovic, Sekulic.

Brasil 4 x Bolívia 0
Data: 20 de julho de 1930
Local: Estádio Centenário (Montevidéu)
Árbitro: Thomas Balway (França)
Gols: Moderato 35 do 1º tempo; Preguinho 10 e 31, Moderato 35 do 2º.
BRASIL: Velloso; Zé Luiz, Itália; Hermógenes, Fausto, Fernando; Benedito, Russinho, Carvalho Leite, Preguinho, Moderato.
BOLIVIA: Bermúdez; Durandal, Civaria; Sainz, Lara, Valderama; Ortiz, Bustamante, Mendez, Alborta, Fernandez.

Colocação do Brasil na Copa de 1930 - 6º lugar - Eliminado na primeira fase

O Brasil na Copa de 1934 na Itália:
Oitavas-de-final:
Brasil 1 x 3 Espanha
Data: 27 de maio de 1934
Local: Stadio Luigi Ferraris (Gênova)
Árbitro: Alfred Birlem (Alemanha)
Gols: Iraragorri (pen.) 18, Langara 25 do 1º tempo; Leônidas 11, Langara 30 do 2º.
BRASIL: Pedrosa, Sylvio Hoffman, Luiz Luz; Tinoco, Martim, Canalli; Luisinho, Waldemar de Brito, Armandinho, Leônidas, Patesko.
ESPANHA: Zamora, Ciriaco, Quinconces; Cilaurren, Maguerza, Marculeta; Lafuente, Iraragorri, Langara, Lecue, Gorostiza.
Colocação do Brasil na Copa de 1934 - 14º lugar - Eliminado na primeira fase

O Brasil na Copa de 1938 na França:
Oitavas-de-final
Brasil 6 x Polônia 5
Data: 5 de junho de 1938
Local: Stade de la Meinau (Strasburgo)
Árbitro: Ivan Eklind (Suécia)
Gols: Leônidas 18, Willimowski (pen.) 22, Romeu 25, Leônidas 44 do 1º tempo; Piontek 5, Willimowski 14, Perácio 27, Willimowski 43 do 2º tempo; Leônidas 3 e 12, Willimowski 14 do 1º tempo da prorrogação.
BRASIL: Batatais; Domingos, Machado; Zezé Procópio, Martim, Afonsinho; Lopes, Romeu, Leônidas, Perácio, Hércules. POLÔNIA: Madejski; Szcepaniak, Galecki; Gora, Nytz, Dytko; Piec I, Piontek, Szerfke, Willimowski, Wodarz.

Quartas-de-final:
Brasil 1 x Checoslováquia 1
Data: 12 de junho de 1938
Local: Parc de Lescure (Bordeaux)
Árbitro: Paul van Hertzka (Hungria)
Gols: Leônidas 30 do 1º tempo; Nejedly (pen.) 19 do 2º.
BRASIL: Walter; Domingos, Machado; Zezé Procópio, Martim, Afonsinho; Lopes, Romeu, Leônidas, Perácio, Hércules. CHECOSLOVÁQUIA: Planicka; Burger, Daucik; Kostalek, Boucek, Kopecky; Riha, Simunek, Ludl, Nejedly, Puc. Expulsões: Zezé Procópio, Machado e Riha.

Desempate:
Brasil 2 x Checoslováquia 1
Data: 14 de junho de 1938
Local: Parc de Lescure (Bordeaux)
Árbitro: Georges Capdeville (França)
Gols: Kopecky 30 do 1º tempo; Leônidas 11, Roberto 18 do 2º.
BRASIL: Walter; Jahu, Nariz; Brito, Brandão, Argemiro; Roberto, Luisinho, Leônidas, Tim, Patesko.
CHECOSLOVÁQUIA: Burkert; Burger, Daucik; Kostalek, Boucek, Ludl; Horak, Senecky, Kreutz, Kopecky, Rulc.

Semifinal:
Brasil 1 x Itália 2
Data: 16 de junho de 1938
Local: Stade Vélodrome (Marseille)
Árbitro: Hans Wutrich (Suíça)
Gols: Colaussi 11, Meazza (pen.) 15, Romeu 41 do 2º tempo.
BRASIL: Walter; Domingos, Machado; Zezé Procópio, Martim, Afonsinho; Lopes, Luisinho, Perácio, Romeu, Patesko.
ITÁLIA: Olivieri; Foni, Rava; Serantoni, Andreolo, Locatelli; Biavati, Meazza, Piola, Ferrari, Colaussi.

Disputa do terceiro lugar:
Brasil 4 x Suécia 2
Data: 19 de junho de 1938
Local: Parc de Lescure (Bordeaux)
Árbitro: Jean Langews (Bélgica)
Gols: Jonasson 18, Nyberg 38, Romeu 43 do 1º tempo; Leônidas 18 e 28, Perácio 35 do 2º.
BRASIL: Batatais; Domingos, Machado; Zezé Procópio, Brandão, Afonsinho; Roberto, Romeu, Leônidas, Perácio, Patesko.
SUÉCIA: Abrahamsson; Eriksson, Nilsson; Almgren, Linderholm, Svanstroem; Bersson, H. Andersson, Jonasson, A. Andersson, Nyberg.

Colocação do Brasil na Copa de 1938 - 3º lugar

O Brasil na Copa de 1950 no Brasil:
Fase de Classificação - Grupo 1:
Brasil 4 x 0 México
24/junho/1950
Local: Maracanã (Rio de Janeiro)
Árbitro: George Reader (Inglaterra)
Gols: Ademir 32 do 1º tempo; Jair 11, Baltazar 17, Ademir 36 do 2º.
BRASIL: Barbosa; Augusto, Juvenal; Eli, Danilo, Bigode; Maneca, Ademir, Baltazar, Jair, Friaça.
MÉXICO: Carbajal; Zetter, Montemayor; Ruiz, Uchoa, Roca; Septien, Ortiz, Casarin, Perez, Velasquez.

Brasil 2 x 2 Suíça
28/junho/1950
Local: Pacaembu (São Paulo)
Árbitro: Ramón Azón (Espanha)
Gols: Alfredo II 2, Fatton 16, Baltazar 31 do 1º tempo; Fatton 43 do 2º.
BRASIL: Barbosa; Augusto, Juvenal; Bauer, Rui, Noronha; Alfredo II, Maneca, Baltazar, Ademir, Friaça.
SUÍÇA: Stuber; Neury, Bocquet; Lusenti, Egginemann, Quinche; Tamini, Bickel, Friedlander, Bader, Fatton.

Brasil 2 x 0 Iugoslávia
1/julho/1950
Local: Maracanã (Rio de Janeiro)
Árbitro: Mervyn Griffiths (País de Gales)
Gols: Ademir 3 do 1º tempo; Zizinho 24 do 2º.
BRASIL: Barbosa; Augusto, Juvenal; Bauer, Danilo, Bigode; Maneca, Zizinho, Ademir, Jair, Chico.
IUGOSLÁVIA: Mrkusic; Horvath, Stankovic; Tchaikowsky I, Jovanovic, Djajic; Vukas, Mitic, Tomasevic, Bobek, Tchaikowsky II.

Fase Final:
Brasil 7 x 1 Suécia
9/julho/1950
Local: Maracanã (Rio de Janeiro)
Árbitro: Arthur Ellis (Inglaterra)
Gols: Ademir 6 e 36, Chico 39 do 1º tempo; Ademir 6 e 12, Andersson (pen.) 31, Maneca 40, Chico 43 do 2º.
BRASIL: Barbosa; Augusto, Juvenal; Bauer, Danilo, Bigode; Maneca, Zizinho, Ademir, Jair, Chico.
SUÉCIA: Svensson; Samuelsson, Erik Nilsson; Andersson, Nordahl, Gaerd; Sundqvist, Palmer, Jepsson, Skoglund, Stellan Nilsson.

Brasil 6 x 1 Espanha
13/julho/1950
Local: Maracanã (Rio de Janeiro)
Árbitro: Reg Leafe (Inglaterra)
Gols: Ademir 13, Jair 18, Chico 31 do 1º tempo; Chico 11, Ademir 12, Zizinho 22, Igoa 26 do 2º.
BRASIL: Barbosa; Augusto, Juvenal; Bauer, Danilo, Bigode; Friaça, Zizinho, Ademir, Jair, Chico.
ESPANHA: Ramallets; Alonso, Gonzalvo II; Gonzalvo III, Parra, Puchades; Basora, Igoa, Zarra, Panizo, Gainza.

Brasil 1 x 2 Uruguai
16/julho/1950
Local: Maracanã (Rio de Janeiro)
Árbitro: George Reader (Inglaterra)
Gol: Friaça 2, Schiaffino 26, Ghiggia 36 do 2º tempo.
BRASIL: Barbosa; Augusto, Juvenal; Bauer, Danilo, Bigode; Friaça, Zizinho, Ademir, Jair, Chico.
URUGUAI: Maspoli; Matias Gonzalez, Tejera; Gambetta, Obdulio Varela, Andrade; Ghiggia, Julio Perez, Miguez, Schiaffino, Moran.

Colocação do Brasil na Copa de 1950 - 2º lugar (vice-campeão)

O Brasil na Copa de 1954 na Suíça:
Oitavas-de-final, Grupo 1
Brasil 5 x México 0
16/junho/1954
Local: Genebra
Árbitro: Wyssling (Suíça)
Gols: Baltazar 22, Pinga 38, Didi 39, Pinga 42 do 1º tempo; Julinho 23 do 2º.
BRASIL: Castilho; Djalma Santos, Pinheiro, Nílton Santos; Brandãozinho, Bauer; Julinho, Didi, Baltazar, Pinga, Rodrigues.
MÉXICO: Mota; Lopez, Romo, Gomez; Cardenas, Avallos; Torres, Naranjo, Lamadrid, Balcazar, Arellano.

Brasil 1 x Iugoslávia 1
(Após prorrogação. Tempo normal: 1x1)
19/junho/1954
Local: Lausanne
Árbitro: Faultless (Escócia)
Gols: Zebec 4, Didi 26 do 2º tempo.
BRASIL: Castilho; Djalma Santos, Pinheiro, Nílton Santos; Brandãozinho, Bauer; Julinho, Didi, Baltazar, Pinga, Rodrigues.
IUGOSLÁVIA: Beara; Stankovic, Horvath, Crnkovic; Tchaikowsky I, Boskov; Milutinovic, Mitic, Zebec, Vukas, Dvornic.

Quartas-de-final:
Brasil 2 x 4 Hungria
27/junho/1954
Local: Berna
Árbitro: Ellis (Inglaterra)
Gols: Hidegkuti 3, Kocsis 7, Djalma Santos (pen.) 17 do 1º tempo; Lantos (pen.) 16, Julinho 30, Kocsis 43 do 2º.
BRASIL: Castilho; Djalma Santos, Pinheiro, Nílton Santos; Brandãozinho, Bauer; Julinho, Didi, Índio, Humberto, Maurinho.
HUNGRIA: Grosics; Buzansky, Lorant, Lantos; Boszik, Zakarias; M. Toth, Kocsis, Hidegkuti, Czibor, J. Toth.
Expulsões: Nílton Santos, Boszik e Humberto.

Colocação do Brasil na Copa de 1954 - 6º lugar - Eliminado nas quartas-de-final

O Brasil na Copa de 1958 na Suécia:
Oitavas-de-final, Grupo 4
8/junho/1958
Brasil 3 x Áustria 0
Local: Rimervallen (Uddevalla)
Árbitro: Maurice Guigue (França)
Gols: Mazzola 38 do 1º tempo; Nílton Santos 4, Mazzola 44 do 2º.
BRASIL: Gilmar; De Sordi, Bellini, Orlando, Nílton Santos; Dino, Didi; Joel, Mazzola, Dida, Zagalo.
ÁUSTRIA: Szanwald; Halla, Koller; Hanappi, Swoboda, Happel; Horak, Senekowitch, Buzek, Korner, Schleger.

11/junho/1958
Brasil 0 x Inglaterra 0
Local: Nya Ullevi (Gotemburgo)
Árbitro: Albert Dusch (Alemanha Ocidental)
BRASIL: Gilmar; De Sordi, Bellini, Orlando, Nílton Santos; Dino, Didi; Joel, Mazzola, Vavá, Zagalo.
INGLATERRA: McDonald; Howe, Banks; Clamp, Wright, Slater; Douglas, Robson, Kevan, Haynes, A'Court.

15/junho/1958
Brasil 2 x URSS 0
Local: Nya Ullevi (Gotemburgo)
Árbitro: Maurice Guigue (França)
Gols: Vavá 3 do 1º tempo; Vavá 21 do 2º.
BRASIL: Gilmar; De Sordi, Bellini, Orlando, Nílton Santos; Zito, Didi; Garrincha, Vavá, Pelé, Zagalo.
URSS: Yashin; Kesarev, Krijevsky; Kuznetsov, Voinov, Tsarev; A. Ivanov, V. Ivanov, Simonjan, Igor Netto, Iljin.

Quartas-de-final
19/junho/1958
Brasil 1 x País de Gales 0
Local: Nya Ullevi (Gotemburgo)
Árbitro: Hriedrich Speilt (Áustria)
Gol: Pelé 26 do 2º tempo.
BRASIL: Gilmar; De Sordi, Bellini, Orlando, Nílton Santos; Zito, Didi; Garrincha, Mazzola, Pelé, Zagalo.
PAÍS DE GALES: Kelsey; Williams, M. Charles; Hopkins, Sullivan, Bowen; Medwin, Hewitt, Webster, Allchurch, Jones.

Semifinal: 24/junho/1958
Brasil 5 x França 2
Local: Raasunda (Estocolmo)
Árbitro: Mervyn Griffiths (País de Gales)
Gols: Vavá 2, Fontaine 8, Didi 39 do 1º tempo; Pelé 8, 19 e 31, Piantoni 40 do 2º.
BRASIL: Gilmar; De Sordi, Bellini, Orlando, Nílton Santos; Zito, Didi; Garrincha, Vavá, Pelé, Zagalo.
FRANÇA: Abbes; Kaelbel, Jonquet; Lerond, Penverne, Marcel; Wisnieski, Kopa, Fontaine, Piantoni, Vincent.

Final: 29/junho/1958
Brasil 5 x Suécia 2
Local: Raasunda (Estocolmo)
Árbitro: Maurice Guigue (França)
Gols: Liedholm 4, Vavá 8 e 32 do 1º tempo; Pelé 11, Zagalo 23, Simonsson 35, Pelé 44 do 2º.
BRASIL: Gilmar; Djalma Santos, Bellini, Orlando, Nílton Santos; Zito, Didi; Garrincha, Vavá, Pelé, Zagalo.
SUÉCIA: Svensson; Bergmark, Axbom; Borjesson, Gustavsson, Parling; Hamrin, Gren, Simonsson, Liedholm, Skoglund. Colocação do Brasil na Copa de 1958 - Campeão

O Brasil na Copa de 1962 na Chile :
Oitavas-de-final, Grupo 3:
30/maio/1962
Brasil 2 x México 0
Local: Estádio Sausalito (Viña del Mar)
Árbitro: Gottfried Dienst (Suíça)
Gols: Zagalo 11, Pelé 27 do 2º tempo.
BRASIL: Gilmar; Djalma Santos, Mauro, Zózimo, Nílton Santos; Zito, Didi; Garrincha, Vavá, Pelé, Zagalo.
MÉXICO: Carbajal, Del Muro, Cárdenas, Sepúlveda, Villegas; Najera, Jasso; Del Aguilla, Reyes, Hernández, Diaz.

2/junho/1962:
Brasil 0 x Checoslováquia 0
Local: Estádio Sausalito (Viña del Mar)
Árbitro: Pierre Schwinte (França)
BRASIL: Gilmar; Djalma Santos, Mauro, Zózimo, Nílton Santos; Zito, Didi; Garrincha, Vavá, Pelé, Zagalo.
CHECOSLOVÁQUIA: Schroiff; Lala, Pluskal, Popluhar, Novak; Masopust, Scherer; Stibranyi, Kvasnak, Adamec, Jelinek.

6/junho/1962
Brasil 2 x Espanha 1
Local: Estádio Sausalito (Viña del Mar)
Árbitro: Sérgio Bustamente (Chile)
Gols: Adelardo 35 do 1º tempo; Amarildo 27 e 40 do 2º.
BRASIL: Gilmar; Djalma Santos, Mauro, Zózimo, Nílton Santos; Zito, Didi; Garrincha, Vavá, Amarildo, Zagalo.
ESPANHA: Araquistain; Rodri, Etchevarria, Pachin, Gracia; Vérges, Peiró; Collar, Adelardo, Puskas, Gento.

Quartas-de-final
10/junho/1962
Brasil 3 x Inglaterra 1
Local: Estádio Sausalito (Viña del Mar)
Árbitro: Pierre Schwinte (França)
Gols: Garrincha 32, Hitchens 38 do 1º tempo; Vavá 8, Garrincha 14 do 2º.
BRASIL: Gilmar; Djalma Santos, Mauro, Zózimo, Nílton Santos; Zito, Didi; Garrincha, Vavá, Amarildo, Zagalo.
INGLATERRA: Springett; Armfield, Moore, Wilson, Flowers; Norman, Haynes; Douglas, Greaves, Hitchens, Bobby Charlton.

Semifinal
13/junho/1962
Brasil 4 x Chile 2
Local: Estádio Nacional (Santiago)
Árbitro: Arturo Yamazaki (Peru)
Gols: Garrincha 9 e 32, Toro 41 do 1º tempo; Vavá 3, Leonel Sánchez (pen.) 16, Vavá 32 do 2º.
BRASIL: Gilmar; Djalma Santos, Mauro, Zózimo, Nílton Santos; Zito, Didi; Garrincha, Vavá, Amarildo, Zagalo.
CHILE: Escutti; Eyzaguirre, Contreras, Raul Sánchez, Rojas; Rodrigues, Tobar; Ramírez, Toro, Landa, Leonel Sánchez.

Final
17/junho/1962
Brasil 3 x Checoslováquia 1
Local: Estádio Nacional (Santiago)
Árbitro: Nicolai Latishev (URSS)
Gols: Masopust 15, Amarildo 16 do 1º tempo; Zito 24, Vavá 33 do 2º.
BRASIL: Gilmar; Djalma Santos, Mauro, Zózimo, Nílton Santos; Zito, Didi; Garrincha, Vavá, Amarildo, Zagalo.
CHECOSLOVÁQUIA: Schroiff; Tichy, Pluskal, Popluhar, Novak; Masopust, Scherer; Pospichal, Kadraba, Kvasnak, Jelinek. Colocação do Brasil na Copa de 1962 - Bicampeão

O Brasil na Copa de 1966 na Inglaterra:
Oitavas-de-final, Grupo 3:
12/julho/1966
Brasil 2 x Bulgária 0
Local: Goodison Park (Liverpool)
Árbitro: Tschenscher (Alemanha Ocidental)
Gols: Pelé no 1º tempo; Garrincha no 2º.
BRASIL: Gilmar; Djalma Santos, Bellini, Altair, Paulo Henrique; Denílson, Lima; Garrincha, Alcindo, Pelé, Jairzinho.
BULGÁRIA: Naidenov; Chalamanov, Penev, Voutsov, Gaganelov; Kitov, Jetchev; Dermendjev, Asparoukhov, Yakimov, Kolev.

15/julho/1966
Brasil 1 x Hungria 3
Local: Goodison Park (Liverpool)
Árbitro: Callaghan (País de Gales)
Gols: Bene, Tostão no 1º tempo; Farkas, Meszoli (pen.) no 2º.
BRASIL: Gilmar; Djalma Santos, Bellini, Altair, Paulo Henrique; Lima, Gérson; Garrincha, Alcindo, Tostão, Jairzinho.
HUNGRIA: Gelei; Kapozta, Matrai, Meszoly, Szepesi; Sipos, Mathesz; Bene, Albert, Farkas, Rakosi.

19/julho/1966
Brasil 1 x Portugal 3
Local: Goodison Park (Liverpool)
Árbitro: McCabe (Inglaterra)
Gols: Eusébio, Simões no 1º tempo; Eusébio, Rildo no 2º.
BRASIL: Manga; Fidélis, Brito, Orlando, Rildo; Denílson, Lima; Jairzinho, Silva, Pelé, Paraná.
PORTUGAL: José Pereira; Morais, Batista, Vicente, Hilário; Jaime Graça, Coluna; José Augusto, Eusébio, Torres, Simões.
Colocação do Brasil na Copa de 1966 - 11º lugar - Eliminado na primeira fase

O Brasil na Copa de 1970 no México:
Oitavas-de-final, Grupo 3
3/junho/1970
Brasil 4 x Checoslováquia 1
Local: Estádio Jalisco (Guadalajara, México)
Árbitro: Ramón Barreto (Uruguai)
Gols: Petras 12, Rivelino 24 do 1º tempo; Pelé 15, Jairzinho 18 e 38 do 2º.
BRASIL: Félix; Carlos Alberto, Brito, Piazza, Everaldo; Clodoaldo, Gérson (Paulo César), Rivelino; Jairzinho, Tostão, Pelé.
CHECOSLOVÁQUIA: Viktor; Dobias, Horvath, Migas, Hagara; Kuna, Hrolicka (Kvasnak); Frantisek Vesely (Bohumil Vesely), Petras, Adamec, Jokl.

7/junho/1970
Brasil 1 x Inglaterra 0
Local: Estádio Jalisco (Guadalajara, México)
Árbitro: Abraham Klein (Israel)
Gol: Jairzinho 14 do 2º tempo.
BRASIL: Félix; Carlos Alberto, Brito, Piazza, Everaldo; Clodoaldo, Rivelino, Paulo César; Jairzinho, Tostão (Roberto), Pelé.
INGLATERRA: Banks; Wright, Moore, Labone, Cooper; Mullery, Bobby Charlton (Bell), Ball, Peters; Lee (Astle), Hurst.

10/junho/1970
Brasil 3 x Romênia 2
Local: Estádio Jalisco (Guadalajara, México)
Árbitro: Ferdinand Marschall (Áustria)
Gols: Pelé 19, Jairzinho, 21, Dumitrache 34 do 1º tempo; Pelé 24, Dembrovsky 38 do 2º.
BRASIL: Félix; Carlos Alberto, Brito, Fontana, Everaldo (Marco Antônio); Piazza, Clodoaldo (Edu), Paulo César; Jairzinho, Tostão, Pelé.
ROMÊNIA: Adamache (Raducanu); Satmareanu, Lupescu, Dumitru, Mocanu; Dinu, Nunweiller; Dembrovsky, Neagu, Dumitrache (Tataru), Lucescu.

Quartas-de-final:
14/junho/1970
Brasil 4 x Peru 2
Local: Estádio Jalisco (Guadalajara, México)
Árbitro: Vital Loreaux (Bélgica)
Gols: Rivelino 11, Tostão 15, Gallardo 29 do 1º tempo; Tostão 6, Cubillas 25, Jairzinho 30 do 2º.
BRASIL: Félix; Carlos Alberto, Brito, Piazza, Marco Antônio; Clodoaldo, Gérson (Paulo César), Rivelino; Jairzinho (Roberto), Tostão, Pelé.
PERU: Rubiños; Campos, Chumpitaz, Fernandez, Fuentes; Challe, Mifflin; Baylón (Sotil), Perico León (Reyes), Cubillas, Gallardo.

Semifinal
17/junho/1970
Brasil 3 x 1 Uruguai
Local: Estádio Jalisco (Guadalajara)
Árbitro: Ortiz de Mendíbil (Espanha)
Gols: Cubilla 19, Clodoaldo 44 do 1º tempo; Jairzinho 31, Rivelino 44 do 2º.
BRASIL: Félix; Carlos Alberto, Brito, Piazza, Everaldo; Clodoaldo, Gérson, Rivelino; Jairzinho, Tostão, Pelé.
URUGUAI: Mazurkiewicz, Ubiñas, Ancheta, Matosas, Mujica; Montero Castillo, Fontes, Manero (Esparrago); Cubilla, Cortez, Morales.

Final:
21/junho/1970
Brasil 4 x Itália 1
Local: Estádio Azteca (Cidade do México)
Árbitro: Rody Glockner (Alemanha Oriental)
Gols: Pelé 18, Bonisegna 37 do 1º tempo; Gérson 20, Jairzinho 25, Carlos Alberto 42 do 2º.
BRASIL: Félix; Carlos Alberto, Brito, Piazza, Everaldo; Clodoaldo, Gérson, Rivelino; Jairzinho, Tostão, Pelé.
ITÁLIA: Albertosi, Burgnich, Cera, Rosato, Facchetti; De Sisti, Bertini (Juliano), Mazzola (Rivera); Domenghini, Bonisegna, Riva.
Colocação do Brasil na Copa de 1970 - Tricampeão

O Brasil na Copa de 1974 na Alemanha Ocidental:
Primeira fase, Grupo 2
13/junho/1974
Brasil 0 x Iugoslávia 0
Local: Waldstadion (Frankfurt)
Árbitro: Rudolph Scheurer (Suíça)
BRASIL: Leão; Nelinho, Luís Pereira, Marinho Perez, Marinho Chagas; Piazza, Rivelino, Paulo César; Valdomiro, Jairzinho, Leivinha.
IUGOSLÁVIA: Maric; Buljan, Katakinski, Bogicevic, Hadziabdic; Muzinic, Oblak, Acimovic; Petkovic, Surjak, Dzajic.

18/junho/1974
Brasil 0 x Escócia 0
Local: Waldstadion (Frankfurt)
Árbitro: Van Gemert (Holanda)
BRASIL: Leão; Nelinho, Luís Pereira, Marinho Perez, Marinho Chagas; Piazza, Rivelino, Paulo César; Jairzinho, Mirandinha, Leivinha (Paulo César Carpeggiani).
ESCÓCIA: Harvey; Jardine, McGrain, Holton, Buchan; Bremner, Hay, Dalglish; Morgan, Jordan, Lorimer.

22/junho/1974
Brasil 3 x Zaire 0
Local: Parkstadion (Gelsenkirschen)
Árbitro: Nicolae Rainea (Romênia)
Gols: Jairzinho 13 do 1º tempo; Rivelino 22, Valdomiro 34 do 2º.
BRASIL: Leão; Nelinho, Luís Pereira, Marinho Perez, Marinho Chagas; Piazza (Mirandinha), Rivelino, Paulo César Carpeggiani; Jairzinho, Leivinha (Valdomiro), Edu.
ZAIRE: Kazadi; Nwepu, Buhanga, Lobilo, Mukombo; Kibonge, Mana, Kidumu (Kilasu); Tshinabu (Kembo), Ntumba, Myanga.

Segunda fase, Grupo A
26/junho/1974
Brasil 1 x Alemanha Oriental 0
Local: Niedesachsenstadion (Hannover)
Árbitro: Clive Thomas (País de Gales)
Gol: Rivelino 19 do 2º tempo.
BRASIL: Leão; Zé Maria, Luís Pereira, Marinho Perez, Marinho Chagas; Paulo César Carpeggiani, Rivelino, Paulo César; Valdomiro, Jairzinho, Dirceu.
ALEMANHA ORIENTAL: Croy, Kische, Waetzlich, Lauck (Lowe), Bransch; Weise, Streich, Hamman (Irmscher);Sparwasser, Kurbjuweit, Hoffmann.

30/junho/1974
Brasil 2 x Argentina 1
Local: Niedesachsenstadion (Hannover)
Árbitro: Vital Loraux (Bélgica)
Gols: Rivelino 30, Brindisi 34 do 1º tempo; Jairzinho 4 do 2º.
BRASIL: Leão; Zé Maria, Luís Pereira, Marinho Perez, Marinho Chagas; Paulo César Carpeggiani, Rivelino, Paulo César; Valdomiro, Jairzinho, Dirceu.
ARGENTINA: Carnevali, Glaria, Heredia, Bargas, Sá (Carrascosa); Brindisi, Squeo, Babbington; Balbuena, Ayala, Kempes (Houseman).

14/junho/1974
Brasil 0 x Holanda 2
Local: Westfalenstadion (Dortmund)
Árbitro: Kurt Tschenscher (Alemanha Ocidental)
Gols: Neeskens 5, Cruyff 20 do 2º tempo.
BRASIL: Leão; Zé Maria, Luís Pereira, Marinho Perez, Marinho Chagas; Paulo César Carpeggiani, Rivelino, Paulo César (Mirandinha); Valdomiro, Jairzinho, Dirceu.
HOLANDA: Jongbloed; Suurbier, Krol, Rijsbergen, Haan; Jansen, Van Hanegen, Neeskens (Israel); Rep, Cruyff, Rensenbrink (De Jong).
Expulsão: Luís Pereira.

Disputa do terceiro lugar - 6/julho/1974
Brasil 0 x Polônia 1
Local: Olympiastadion, Munique
Gol: Lato 30 do 2º tempo.
Árbitro: Aurelio Angonese (Itália)
BRASIL: Leão; Zé Maria, Alfredo, Marinho Perez, Marinho Chagas; Paulo César Carpeggiani, Ademir da Guia (Mirandinha), Rivelino; Valdomiro, Jairzinho, Dirceu.
POLÔNIA: Tomaszewski; Szymanowsky, Zmuda, Gorgon, Musial; Maszcyk, Deyna, Kasperczak; Lato, Szarmach (Kapka), Gadocha.
Colocação do Brasil na Copa de 1974 - 4º lugar

O Brasil na Copa de 1978 na Argentina:
Primeira fase, Grupo 3
3/junho/1978
Brasil 1 x Suécia 1
Local: Mar del Plata
Árbitro: Clive Thomas (País de Gales)
Gols: Sjoberg 36, Reinaldo 45 do 1º tempo.
BRASIL: Leão; Toninho, Oscar, Amaral, Edinho; Batista, Toninho Cerezo (Dirceu), Zico, Rivelino; Gil (Nelinho), Reinaldo.
SUÉCIA: Hellstrom; Borg, Roy Andersson, Nordqvist, Erlandsson; Tapper, Linderoth, Bo Larsson, Lennart Larsson (Edstrom); Sjoberg, Wendt.

7/junho/1978
Brasil 0 x Espanha 0
Local: Mar del Plata
Árbitro: Sergio Gonella (Itália)
BRASIL: Leão; Nelinho (Gil), Oscar, Amaral, Edinho; Batista, Toninho Cerezo, Zico (Jorge Mendonça), Dirceu; Toninho, Reinaldo.
ESPANHA: Miguel Angel; Perez, Migueli (Biosca), Olmo, Uria (Guzmán); San José, Leal, Asensi, Juanito; Santillana, Cardeñosa.

11/junho/1978
Brasil 1 x Áustria 0
Local: Mar del Plata
Árbitro: Robert Wurtz (França)
Gol: Roberto 40 do 1º tempo.
BRASIL: Leão; Toninho, Oscar, Amaral, Rodrigues Neto; Batista, Toninho Cerezo (Chicão), Jorge Mendonça (Zico), Dirceu; Gil, Roberto.
ÁUSTRIA: Koncilia; Sara, Pezzey, Obermeyer, Breitenberger; Prohaska, Hickersberger (weber), Kreuz, Krieger (Happich); Krankl, Jara.

Segunda fase, Grupo B
14/junho/1978
Brasil 3 x Peru 0
Local: Mendoza
Árbitro: Nicolae Rainea (Romênia)
Gols: Dirceu 14 e 27 do 1º tempo; Zico(pen.) 27 do 2º
BRASIL: Leão; Toninho, Oscar, Amaral, Rodrigues Neto; Batista, Toninho Cerezo (Chicão), Jorge Mendonça, Dirceu; Gil (Zico), Roberto.
PERU: Quiroga; Duarte, Manzo, Chumpitaz, Diaz (Navarro); Velásquez, Cueto, Cubillas; Muñante, La Rosa, Oblitas (Percy Rojas).

18/junho/1978
Brasil 0 x Argentina 0
Local: Rosário
Árbitro: Karoly Palotai (Hungria)
BRASIL: Leão; Toninho, Oscar, Amaral, Rodrigues Neto (Edinho); Batista, Chicão, Jorge Mendonça (Zico), Dirceu; Gil, Roberto.
ARGENTINA: Fillol; Olguin, Galván, Passarella, Tarantini; Gallego, Ardiles (Villa), Kempes; Bertoni, Luque, Ortiz (Alonso).

21/junho/1978
Brasil 3 x Polônia 1
Local: Mendoza
Árbitro: Juan Silvagno (Chile)
Gols: Nelinho 11, Lato 44 do 1º tempo; Roberto 12 e 17 do 2º.
BRASIL: Leão; Nelinho, Oscar, Amaral, Toninho; Batista, Toninho Cerezo (Rivelino), Zico (Jorge Mendonça), Dirceu; Gil, Roberto.
POLÔNIA: Kukla; Maculewicz, Gorgon, Zmuda, Szymanowsky; Nawalka, Deyna, Kasperczak (Lubanski), Boniek; Lato, Szarmach.

Disputa do terceiro lugar - 24/junho/1978
Brasil 2 x Itália 1
Local: Estádio Monumental de Nuñez (Buenos Aires)
Árbitro: Abraham Klein (Israel)
Gols: Causio 38 do 1º tempo; Nelinho 19, Dirceu 25 do 2º.
BRASIL: Leão; Nelinho, Oscar, Amaral, Rodrigues Neto; Batista, Toninho Cerezo (Rivelino), Jorge Mendonça, Dirceu; Gil (Reinaldo), Roberto.
ITÁLIA: Zoff; Gentile, Cuccuredu, Scirea, Cabrini; Maldera, Antognoni (Claudio Sala), Patrizio Sala; Causio, Rossi, Bettega.
Colocação do Brasil na Copa de 1978 - 3º lugar

 


Copa da África do Sul de 2010 - Copa do Mundo de futebol Copa do Mundo de 2010 na África do Sul
Veja os detalhes da Copa do Mundo de futebol de 2010. O mundial de futebol de 2010 foi realizado na África do Sul, primeira Copa do Mundo realizada no continente africano. A Copa 2010 foi realizada entre 11 de junho a 11 de julho. A Espanha conseguiu seu primeiro título mundial ao derrotar a Holanda. Saiba mais:
Copa do Mundo de 2010 na África do Sul




Publicidade


O Brasil na Copa de 1982 na Espanha:
Primeira fase - Grupo 6:
14/junho/1982
Brasil 2 x 1 URSS
Local: Estádio Sanchez Pizjuan (Sevilha)
Árbitro: Lamo Castillo (Espanha)
Gols: Bal 33 do 1º tempo; Sócrates 28, Éder 43 do 2º.
BRASIL: Valdir Peres; Leandro, Oscar, Luisinho, Júnior; Falcão, Sócrates, Zico; Dirceu (Paulo Isidoro), Serginho, Éder.
URSS: Dasaev; Sulakvelidze, Chivadze, Baltacha, Demianenko; Bessanov, Bal, Daraselia (Andreiev), Gavrilov (Susloparov); Shengelia, Blokhin.

18/junho/1982
Brasil 4 x Escócia 1
Local: Estádio Benito Villamarin (Sevilha)
Árbitro: Luis Silles Calderón (Costa Rica)
Gols: Narey 18, Zico 33 do 1º tempo; Oscar 3, Éder 19, Falcão 42 do 2º.
BRASIL: Valdir Peres; Leandro, Oscar, Luisinho, Júnior; Toninho Cerezo, Falcão, Sócrates, Zico; Serginho (Paulo Isidoro), Éder.
ESCÓCIA: Rough; Narey, Miller, Hansen, Grey; Hartford (McLeis), Souness, Robertson; Strachan (Dalglish), Wark, Archibald.

23/junho/1982
Brasil 4 x Nova Zelândia 0
Local: Estádio Benito Villamarin (Sevilha)
Árbitro: Damir Matovinovic (Iugoslávia)
Gols: Zico 28 e 31 do 1º tempo; Falcão 10, Serginho 25 do 2º.
BRASIL: Valdir Peres; Leandro, Oscar (Edinho), Luisinho, Júnior; Toninho Cerezo, Falcão, Sócrates, Zico; Serginho (Paulo Isidoro), Éder.
NOVA ZELÂNDIA: Van Hutton; Dodds, McLure, Herbert, Elrick; Mckay, Boath, Creswell (B. Turner), Summer; Rufer (Cole), Woodlin.

Segunda fase, Grupo C
2/julho/1982
Brasil 3 x Argentina 1
Local: Estádio Sarriá (Barcelona)
Árbitro: Mario Rubio Vasquez (México)
Gols: Zico 12 do 1º tempo; Serginho 21, Júnior 29, Ramón Diaz 44 do 2º.
BRASIL: Valdir Peres; Leandro (Edevaldo), Oscar, Luisinho, Júnior; Toninho Cerezo, Falcão, Sócrates, Zico (Batista); Serginho, Éder.
ARGENTINA: Fillol; Olguin, Galván, Passarella, Tarantini; Barbas, Ardiles, Maradona; Bertoni (Santamaria), Kempes (Ramón Diaz), Calderón.
Expulsão: Maradona

5/julho/1982
Brasil 2 x Itália 3
Local: Estádio Sarriá (Barcelona)
Árbitro: Abraham Klein (Israel)
Gols: Rossi 5, Sócrates 12, Rossi 25 do 1º tempo; Falcão 23, Rossi 30 do 2º.
BRASIL: Valdir Peres; Leandro, Oscar, Luisinho, Júnior; Toninho Cerezo, Falcão, Sócrates, Zico; Serginho (Paulo Isidoro), Éder.
ITÁLIA: Zoff; Gentile, Scirea, Colovatti (Bergomi), Cabrini; Tardelli (Marini), Oriali, Antognoni, Graziani; Conti, Rossi.
Colocação do Brasil na Copa de 1982 - 5º lugar - Eliminado nas segunda fase

O Brasil na Copa de 1986 no México:
Primeira fase, Grupo D
1/junho/1986
Brasil 1 x Espanha 0
Local: Estádio Jalisco (Guadalajara)
Árbitro: Christopher Bambridge (Austrália)
Gol: Sócrates 17 do 1º tempo.
BRASIL: Carlos; Édson, Júlio César, Edinho, Branco; Elzo, Alemão, Júnior (Falcão), Sócrates; Casagrande (Muller), Careca.
ESPANHA: Zubizarreta; Tomás, Maceda, Goicochéa, Camacho; Victor, Michel, Francisco Lopez (Señor), Julio Alberto; Butragueño, Salinas.

6/junho/1986
Brasil 1 x Argélia 0
Local: Estádio Jalisco (Guadalajara)
Árbitro: Rômulo Mendez Molina (Guatemala)
Gol: Careca 22 do 2º tempo.
BRASIL: Carlos; Édson (Falcão), Júlio César, Edinho, Branco; Elzo, Alemão, Júnior, Sócrates; Casagrande (Muller), Careca.
ARGÉLIA: Drid; Medjadi, Guendouz, Megharia, Mansouri; Kaci-Said, Benmabrouk, Belloumi (Zidane); Madjer, Menad, Assad (Bensaoula).

12/junho/1986
Brasil 3 x Irlanda do Norte 0
Local: Estádio Jalisco (Guadalajara)
Árbitro: Siegfried Kirschen (Alemanha Oriental)
Gols: Careca 15, Josimar 41 do 1º tempo; Careca 42 do 2º.
BRASIL: Carlos; Josimar, Júlio César, Edinho, Branco; Elzo, Alemão, Júnior, Sócrates (Zico); Muller (Casagrande), Careca.
IRLANDA DO NORTE: Jennings; Nicholl, O'Neyel, McGreery, Donaghy; McDonald, McIlroy, Clarke, Whiteside (Hamilton); Campbell (Armstrong), Stewart.

Oitavas-de-final: 16/junho/1986
Brasil 4 x Polônia 0
Local: Estádio Jalisco (Guadalajara)
Árbitro: Volker Roth (Alemanha Ocidental)
Gols: Sócrates 30 do 1º tempo; Josimar 9, Edinho 32, Careca 36 do 2º.
BRASIL: Carlos; Josimar, Júlio César, Edinho, Branco; Elzo, Alemão, Júnior, Sócrates (Zico); Muller (Silas), Careca.
POLÔNIA: Mlynarczyk; Przybys (Furtok), Wojcicki, Majewski, Ostrowski; Urban (Zmuda), Karas, Tarasiewicz, Dziekanowski; Boniek, Smolarek.

Quartas-de-final: 21/junho/1986
Brasil 1 x França 1 (3 x 4 na disputa de pênaltis)
Local: Estádio Jalisco (Guadalajara)
Árbitro: Ioan Igna (Romênia)
Gols: Careca 16, Platini 41 do 1º tempo.
Pênaltis: Sócrates (Bats defendeu), Stopyra (gol), Alemão (gol), Amoros (gol), Zico (gol), Bellone (gol), Branco (gol), Platini (fora), Júlio César (trave), Fernandez (gol).
BRASIL: Carlos; Josimar, Júlio César, Edinho, Branco; Elzo, Alemão, Júnior (Silas), Sócrates; Muller (Zico), Careca. FRANÇA: Bats; Amoros, Battiston, Bossis, Tusseau; Giresse (Ferreri), Fernandez, Tigana, Platini; Stopyra, Rocheteau (Bellone).
Colocação do Brasil na Copa de 1986 - 5º lugar - Eliminado nas quartas-de-final

O Brasil na Copa de 1990 na Itália:
Primeira fase, Grupo C:
10/junho/1990
Brasil 2 x 1 Suécia
Local: Stadio delle Alpi (Turim)
Árbitro: Tulio Lanese (Itália)
Gols: Careca 40 do 1º tempo; Careca 17, Brolin 33 do 2º.
BRASIL: Taffarel; Jorginho, Mauro Galvão, Mozer, Ricardo Gomes, Branco; Dunga, Alemão, Valdo; Muller, Careca.
SUÉCIA: Ravelli; Roland Nilsson, Schwarz, Larsson, Ljung (Stromberg); Thern, Limpar, Ingesson, Joakin Nilsson; Brolin, Magnusson (Petersson).

16/junho/1990
Brasil 1 x Costa Rica 0
Local: Stadio delle Alpi (Turim)
Árbitro: Naji Jouini (Tunísia)
Gol: Muller 33 do 1º tempo.
BRASIL: Taffarel; Jorginho, Mauro Galvão, Mozer, Ricardo Gomes, Branco; Dunga, Alemão, Valdo (Silas); Muller, Careca (Bebeto).
COSTA RICA: Conejo; Chavarria, Flores, Marchena, Montero; Chavez, Gonzales, Gomez, Ramirez; Jara (Meyers), Cayasso (Guimarães).

20/junho/1990
Brasil 1 x Escócia 0
Local: Stadio delle Alpi (Turim)
Árbitro: Helmut Kohl (Áustria)
Gol: Muller 37 do 2º tempo.
BRASIL: Taffarel; Jorginho, Mauro Galvão, Ricardo Rocha, Ricardo Gomes, Branco; Dunga, Alemão, Valdo; Romário (Muller), Careca.
ESCÓCIA: Leighton; McKimmie, McLeish, Aitken, Malpas; McPherson, McStay, McLeod (Gillespie), McCall; Johnston, McCoist (Fleck).

Oitavas-de-final - 24 de junho de 1990:
Brasil 0 x 1 Argentina
Local: Stadio delle Alpi (Turim)
Árbitro: Joel Quiniou
Gol: Caniggia 35 do 2º tempo.
BRASIL: Taffarel; Jorginho, Mauro Galvão (Silas), Ricardo Rocha, Ricardo Gomes, Branco; Dunga, Alemão (Renato Gaúcho), Valdo; Muller, Careca.
ARGENTINA: Goycoechea; Simón, Monzón, Ruggeri, Olarticoechea; Basualdo, Giusti, Burruchaga, Maradona; Caniggia, Troglio (Calderón).

Expulsão: Ricardo Gomes
Colocação do Brasil na Copa de 1990 - 9º lugar - Eliminado nas oitavas-de-final

O Brasil na Copa de 1994 nos Estados Unidos:
Primeira fase, Grupo B
20/junho/1994
Brasil 2 x Rússia 0
Local: Stanford Stadium (Palo Alto)
Árbitro: An Yan Lim Kee Chong (Ilhas Maurício)
Gols: Romário 26 do 1º tempo; Raí (pen.) 8 do 2º.
BRASIL: Taffarel; Jorginho, Ricardo Rocha (Aldair), Márcio Santos, Leonardo; Mauro Silva, Dunga (Mazinho), Raí, Zinho; Bebeto, Romário.
RÚSSIA: Kharin; Nikiforov, Gorlukovich, Ternavsky; Khlestov, Kuznetsov, Piatnisky, Tsimbalar, Karpin; Radchenko (Borodiuk), Iuran (Salenko).

24/junho/1994
Brasil 3 x Camarões 0
Local: Stanford Stadium (Palo Alto)
Árbitro: Arturo Brizio Carter (México)
Gols: Romário 39 do 1º tempo; Márcio Santos 20, Bebeto 27 do 2º.
BRASIL: Taffarel; Jorginho, Aldair, Márcio Santos, Leonardo; Mauro Silva, Dunga, Raí (Muller), Zinho (Paulo Sérgio); Bebeto, Romário.
CAMARÕES: Bell; Tataw, Kalla, Song, Agbo; Libih, Foe, Mbouh, Mfede (Maboang); Omam-Biyik, Embe (Milla). Expulsão: Song, 18 do 2º tempo.

28/junho/1994
Brasil 1 x Suécia 1
Local: Silverdome (Detroit)
Árbitro: Sandor Puhl (Hungria)
Gols: Kennet Andersson 23 do 1º tempo; Romário 1 do 2º.
BRASIL: Taffarel; Jorginho, Aldair, Márcio Santos, Leonardo; Mauro Silva (Mazinho), Dunga, Raí (Paulo Sérgio), Zinho; Bebeto, Romário.
SUÉCIA: Ravelli; Roland Nilsson, Patrik Andersson, Kamark, Ljung; Schwarz (Mild), Ingesson, Thern, Henrik Larsson (Blomqvist); Brolin, Kennet Andersson.

Oitavas-de-final - 4/julho/1994
Brasil 1 x Estados Unidos 0
Local: Stanford Stadium (Palo Alto)
Árbitro: Joel Quiniou (França)
Gol: Bebeto 28 do 2º tempo.
BRASIL: Taffarel; Jorginho, Aldair, Márcio Santos, Leonardo; Mauro Silva, Dunga, Mazinho, Zinho (Cafu); Bebeto, Romário.
ESTADOS UNIDOS: Meola; Clavijo, Balboa, Lalas, Caligiuri; Tab Ramos (Wynalda), Dooley, Hugo Perez (Wegerle), Sorber; Cobi Jones, Stewart.
Expulsões: Leonardo 41 do 1º tempo; Clavijo 42 do 2º.

Quartas-de-final - 9 de julho de1994
Brasil 3 x 2 Holanda
Local: Cotton Bowl (Dallas)
Árbitro: Rodrigo Badilla (Costa Rica)
Gols: Romário 6, Bebeto 16, Bergkamp 18, Winter 30, Branco 36 do 2º tempo.
BRASIL: Taffarel; Jorginho, Aldair, Márcio Santos, Branco; Mauro Silva, Dunga, Mazinho (Raí), Zinho; Bebeto, Romário.
HOLANDA: De Goey; Winter, Koeman, Valckx, Wouters; Witschge, Rijkaard (Ronald de Boer), Jonk; Overmars, Bergkamp, Van Vossen (Roy).

Semifinal - 13 de julho de 1994
Brasil 1 x 0 Suécia
Local: Rose Bowl (Pasadena)
Árbitro: José Joaquín Torres Cadena (Colômbia)
Gol: Romário 35 do 2º tempo.
BRASIL: Taffarel; Jorginho, Aldair, Márcio Santos, Branco; Mauro Silva, Dunga, Mazinho (Raí), Zinho; Bebeto, Romário.
SUÉCIA: Ravelli; Roland Nilsson, Patrik Andersson, Bjorklund, Ljung; Thern, Ingesson, Mild, Brolin; Dahlin (Rehn), Kennet Andersson.
Expulsão: Thern 17 do 2º tempo.

Final: 17 de julho de 1994
Brasil 0 x 0 Itália - Disputa de pênaltis: Brasil 3 x 2 Itália
Local: Rose Bowl (Pasadena)
Árbitro: Sandor Puhl (Hungria)
Pênaltis: Baresi (fora), Márcio Santos (fora), Albertini (gol), Romário (gol), Evani (gol), Branco (gol), Massaro (Taffarel defendeu), Dunga (gol), Roberto Baggio (fora).
BRASIL: Taffarel; Jorginho (Cafu), Aldair, Márcio Santos, Branco; Mauro Silva, Dunga, Mazinho, Zinho (Viola); Bebeto, Romário.
ITÁLIA: Pagliuca; Mussi (Apolloni), Baresi, Benarrivo, Maldini; Dino Baggio (Evani), Donadoni, Berti, Albertini; Roberto Baggio, Massaro.
Colocação do Brasil na Copa de 1994 - Tetracampeão

O Brasil na Copa de 1998 na França:
Primeira fase, Grupo A
10/junho/1998
Brasil 2 x 1 Escócia
Local: Stade de France (Saint-Denis)
Árbitro: José Garcia Aranda (Espanha)
Gols: César Sampaio 4, Collins (pen.) 37 do 1º tempo; Boyd (contra) 27 do 2º.
BRASIL: Taffarel; Cafu, Júnior Baiano, Aldair, Roberto Carlos; Dunga, César Sampaio, Giovanni (Leonardo), Rivaldo; Bebeto (Denílson), Ronaldo.
ESCÓCIA: Leighton; Burley, Calderwood, Hendry, Boyd, Dailly (Tosh McKinlay); Jackson (Billy McKinlay), Lambert, Collins; Gallacher, Durie.

16/junho/1998
Brasil 3 x Marrocos 0
Local: La Beaujoire-Louis-Fonteneau (Nantes)
Árbitro: Nikolai Levnikov (Rússia)
Gols: Ronaldo 9, Rivaldo 47 do 1º tempo; Bebeto 5 do 2º.
BRASIL: Taffarel; Cafu, Júnior Baiano, Aldair, Roberto Carlos; Dunga, César Sampaio (Doriva), Leonardo, Rivaldo (Denílson); Bebeto (Edmundo), Ronaldo.
MARROCOS: Benzekri; El Hadrioui, Rossi, Naybet, Saber (Amzine); Chippo, Taher El Lakhlej, Chiba (Abrami), Hadji; Hadda (El Khattabi), Bassir.

23/junho/1998
Brasil 1 x Noruega 2
Local: Stade-Vélodrome (Marseille)
Árbitro: Esfandiar Baharmast (USA)
Gols: Bebeto 32, Tore Andre Flo 37, Rekdal (pen.) 43 do 2º.
BRASIL: Taffarel; Cafu, Junior Baiano, Gonçalves, Roberto Carlos; Dunga, Leonardo, Rivaldo, Denílson; Bebeto, Ronaldo.
NORUEGA: Grodaas; Berg, Eggen, Johnsen, Björnebye; Strand (Mykland), Leonhardsen, Havard Flo (Solskjaer), Rekdal; Riseth (Jostein Flo), Tore Andre Flo.

Oitavas-de-final - 27/junho/1998
Brasil 4 x Chile 1
Local: Parc des Princes (Paris)
Árbitro: Marc Batta (França)
Gols: César Sampaio 11, César Sampaio 26, Ronaldo (pen.) 46 do 1º tempo; Salas 23, Ronaldo 25 do 2º.
BRASIL: Taffarel; Cafu, Júnior Baiano, Aldair (Gonçalves), Roberto Carlos; Dunga, César Sampaio, Leonardo, Rivaldo; Bebeto (Denílson), Ronaldo.
CHILE: Tapia; Reyes, Margas, Fuentes; Cornejo, Ramírez (Vega), Acuña (Musrri), Sierra (Estay), Aros; Salas, Zamorano.

Quartas-de-final - 3 de julho de 1998
Brasil 3 x 2 Dinamarca
Local: La Beaujoire-Louis-Fonteneau (Nantes)
Árbitro: Gamal Ghandour (Egito)
Gols: Jörgensen 2, Bebeto 10, Rivaldo 26 do 1º tempo; Brian Laudrup 5, Rivaldo 15 do 2º.
BRASIL: Taffarel; Cafu, Júnior Baiano, Aldair, Roberto Carlos; Dunga, César Sampaio (Zé Roberto), Leonardo (Émerson), Rivaldo; Bebeto (Denílson), Ronaldo.
DINAMARCA: Schmeichel; Colding, Rieper, Högh, Heintze; Helveg (Schjönberg), Jörgensen, Nielsen (Töfting), Michael Laudrup; Möller (Sand), Brian Laudrup.

Semifinal - 7 de julho de 1998
Brasil 1 x Holanda 1 (4 x 2 na disputa de pênaltis)
Local: Stade-Vélodrome (Marseille)
Árbitro: Ali Mohammed Bujsaim (Emirados Árabes Unidos)
Gols: Ronaldo 1, Kluivert 42 do 2º tempo.
Pênaltis: Ronaldo (gol), Frank de Boer (gol), Rivaldo (gol), Bergkamp (gol), Emerson (gol), Cocu (Taffarel defendeu), Dunga (gol), Ronald de Boer (Taffarel defendeu).
BRASIL: Taffarel; Zé Carlos, Júnior Baiano, Aldair, Roberto Carlos; Dunga, César Sampaio, Leonardo (Émerson), Rivaldo; Bebeto (Denílson), Ronaldo.
HOLANDA: van der Sar; Reiziger (Winter), Stam, Frank de Boer, Cocu; Davids, Zenden (Van Hooijdonk), Jonk (Seedorf), Ronald de Boer; Bergkamp, Kluivert.

Final - 12 de julho de 1998
Brasil 0 x 3 França
Local: Stade de France (Saint-Denis)
Árbitro: Said Belqola (Marrocos)
Gols: Zidane 27 e 45 do 1º tempo; Petit 47 do 2º.
BRASIL: Taffarel; Cafu, Júnior Baiano, Aldair, Roberto Carlos; Dunga, César Sampaio (Edmundo), Leonardo (Denílson), Rivaldo; Bebeto, Ronaldo.
FRANÇA: Barthez; Thuram, Leboeuf, Desailly, Lizarazu; Karembeu (Boghossian), Deschamps, Petit, Zidane; Djorkaeff (Vieira), Guivarc'h (Dugarry).
Expulsão: Desailly, 23 do 2º tempo.
Colocação do Brasil na Copa de 1998 - 2º lugar

O Brasil na Copa de 2002 na Coréia do Sul e Japão:
Primeira fase:
3/junho/2002
Brasil 2 x 1 Turquia
Local: Estádio Munsu, Ulsan, Coréia do Sul
Público: 33.842
Árbitro: Kim Young Joo (Coréia do Sul)
Assistentes: Visva Krishnan (Singapura) e Vladimir Fernandez (Eslováquia)
Gols: Hasan Sas(TUR) 45'+2', Ronaldo 50', Rivaldo 87'
BRASIL: Marcos, Lúcio, Roque Junior, Edmílson; Cafu, Gilberto Silva, Juninho (Vampeta 72'), Rivaldo, Roberto Carlos; Ronaldinho Gaúcho (Denílson 67'), Ronaldo (Luizão 73'). Técnico: Luiz Felipe Scolari.
TURQUIA: Rustu Recber, Korkmaz (Mansiz 66'), Akyel, Alpay; Unsal, Ozat, Basturk (Davala 65'), EmreEmre, Tugay (Erdem 88'); Sukur, Sas. Técnico: Senol Gunes.
Cartão amarelo: Akyel(TUR) 21', Unsal (TUR) 24', Alpay (TUR) 44', Denílson 73'
Expulsões: Alpay(TUR) 86', Unsal(TUR) 90'+4'
8/junho/2002
Brasil 4 x 0 China
Local: Estádio Jeju, Seogwipo, Coréia do Sul
Público: 36.750
Árbitro: Anders Frisk (Suécia)
Assistentes:
Gols: Roberto Carlos 15', Rivaldo 32', Ronaldinho Gaúcho 45', Ronaldo 55'
BRASIL: Marcos, Lúcio, Roque Junior, Anderson Polga; Cafu, Gilberto Silva, Juninho (Ricardinho 71'), Rivaldo, Roberto Carlos; Ronaldinho Gaúcho (Denílson 46'), Ronaldo (Edílson 72'). Técnico: Luiz Felipe Scolari.
CHINA: Jiang Jin, Wu Chenying, Li Tie, Ma Mingyu (Pu Yang 62'), Hao Haidong (Qu Bo 75'), Li Weifeng, Zhao Junze, Du Wei, Li Xiaopeng, Qi Hong (Zhao Junzhe 67'), Xu Yunlong. Técnico: Bora Milutinovic.
Cartão amarelo: Ronaldinho Gaúcho 25', Roque Junior 69'

13/junho/2002
Brasil 5 x 2 Costa Rica
Local: Estádio Suwon, Suwon, Coréia do Sul
Público: 38.524
Árbitro: Gamal Ghandour (Egito)
Assistentes: Wagih Farag (Egito), Egon Bereuter (Áustria)
Gols: Ronaldo 10', Ronaldo 13', Edmílson 38', Wanchope(CRI) 39', Gomez(CRI) 56', Rivaldo 62', Junior 64' BRASIL: Marcos, Lúcio, Anderson Polga, Edmílson; Cafu, Gilberto Silva, Juninho (Ricardinho 60'), Rivaldo (Kaká 72'), Junior; Edílson (Kléberson 58'), Ronaldo. Técnico: Luiz Felipe Scolari.
COSTA RICA: Lonnis, Marin, Wright, Martinez (Parks 73'), Castro, Wallace (Bryce 46'), Lopez, Solis (Fonseca 66'), Centeno, Gomez, Wanchope. Técnico: Alexandre Guimarães.
Cartão amarelo: Cafu 90'+3'

Oitavas-de-final - 17/junho/2002
Brasil 2 x 0 Bélgica
Local: Estádio Kobe Wing, Kobe, Japão
Público: 40.440
Árbitro: Peter Prendergast (Jamaica)
Assistentes: Yuri Dupanov (Belarus), Mohamed Saeed (Maldivas)
Gols: Rivaldo 67', Ronaldo 88'
BRASIL: Marcos, Lúcio, Roque Junior, Edmílson; Cafu, Gilberto Silva, Juninho (Denílson 57'), Rivaldo (Ricardinho 90'), Roberto Carlos; Ronaldinho Gaúcho (Kléberson 81'), Ronaldo. Técnico: Luiz Felipe Scolari.
BÉLGICA: De Vlieger, Van Kerckhoven, Van Buyten, Peeters (Sonck 73'), Simons, Wilmots, Goor, Verheyen, Vanderhaeghe, Walem, Mpenza. Técnico: Robert Waseige.
Cartão amarelo: Vanderhaeghe 24', Roberto Carlos 28'.

Quartas-de-final - 21 de junho de 2002
Brasil 2 x 1 Inglaterra
Local: Estádio Shizuoka, Shizuoka, Japão
Público: 47.436
Árbitro: Felipe Ramos Rizo (México)
Assistentes: Hector Vergara (Canadá) e Mohamed Saeed (Maldivas)
Gols: Owen(ING) 23', Rivaldo 45', Ronaldinho Gaúcho 50'
BRASIL: Marcos, Lúcio, Roque Junior, Edmílson; Cafu, Gilberto Silva, Kléberson, Rivaldo, Roberto Carlos; Ronaldinho Gaúcho, Ronaldo (Edílson 70'). Técnico: Luiz Felipe Scolari.
INGLATERRA: Seaman, Mills, Campbell, Ferdinand, Ashley Cole (Sheringham 79'); Scholes, Butt, Beckham, Sinclair (Dyer 56'); Owen (Vassell 79'), Heskey. Técnico: Sven-Goran Eriksson. Cartão amarelo: Scholes(ING) 75', Ferdinand(ING) 86'
Expulsão: Ronaldinho Gaúcho 57'

Semifinal - 26 de junho de 2002
Brasil 1 x 0 Turquia
Local: Saitama Stadium 2002, Saitama, Japão
Público: 61.058
Árbitro: Kim Milton Nielsen (Dinamarca)
Assistentes: Maciej Wierzbowski (Polônia), Igor Sramka (Eslováquia)
Gol: Ronaldo 49'
BRASIL: Marcos, Lúcio, Roque Junior, Edmílson; Cafu, Gilberto Silva, Kléberson (Belletti 85'), Rivaldo, Roberto Carlos; Edílson (Denílson 75'), Ronaldo (Luizão 68'). Técnico: Luiz Felipe Scolari.
TURQUIA: Rustu Recber, Korkmaz, Akyel, Alpay; Davala (Izzet 74'), Ergun, Basturk (Erdem 88'), Emre (Mansiz 62'), Tugay; Sukur, Sas. Técnico: Senol Gunes.
Cartão amarelo: Gilberto Silva 41', Tugay(TUR) 59', Sas(TUR) 90'

Final - 30 de junho de 2002
Brasil 2 x 0 Alemanha
Local: International Stadium, Yokohama, Japão
Público: 69.029
Árbitro: Pierluigi Collina (Itália)
Assistentes: Leif Lindberg (Suécia), Phillip Sharp (Inglaterra)
Gols: Ronaldo 67', Ronaldo 79'
BRASIL: Marcos, Lúcio, Roque Junior, Edmílson; Cafu, Gilberto Silva, Kléberson, Rivaldo, Roberto Carlos; Ronaldinho Gaúcho (Juninho 85'), Ronaldo (Denílson 90'). Técnico: Luiz Felipe Scolari.
ALEMANHA: Kahn, Linke, Ramelow, Frings; Metzelder, Schneider, Hamann, Jeremies (Asamoah 77'), Bode (Ziege 84');
Neuville, Klose (Bierhoff 74'). Técnico: Rudi Völler.
Cartão amarelo: Roque Junior 6', Klose(ALE) 9'
Colocação do Brasil na Copa de 2002 - Pentacampeão

O Brasil na Copa de 2006 na Alemanha:
Primeira fase:
13 de junho de 2006
Brasil 1 x 0 Croácia
Local: Estádio Olímpico (Olympiastadion), Berlim
Público: 66.021
Árbitro: Benito Archundia (México)
Assistentes: José Ramirez (México) e Hector Vergara (Canadá)
Gol: Kaká (43 minutos do 1º tempo)
BRASIL: Dida, Cafu, Lúcio, Juan, Roberto Carlos; Émerson, Zé Roberto, Kaká, Ronaldinho Gaúcho; Ronaldo (Robinho) e Adriano. Técnico: Carlos Alberto Parreira.
CROÁCIA: Pletikosa, Simic, Robert Kovac, Simunic, Srna, Tudor, Niko Kovac (Jerko Leko), Niko Kranjcar, Babic, Klasnic (Olic) e Prso. Técnico: Zlatko Kranjcar.
Cartões amarelos: Émerson (Brasil); Robert Kovac, Tudor e Niko Kovac (Croácia)

18 de junho de 2006
Brasil 2 x 0 Austrália
Local: Allianz Arena, Munique
Público: 59.416
Árbitro: Markus Merk (Alemanha)
Assistentes: C. Schraer (Alemanh a) e J. H. Salver (Alemanha)
Gols: Adriano (3 minutos do 1º tempo) e Fred (43 minutos do 1º tempo)
BRASIL: Dida, Cafu, Lúcio, Juan, Roberto Carlos; Émerson (Gilberto Silva), Zé Roberto, Kaká, Ronaldinho Gaúcho; Ronaldo (Robinho) e Adriano (Fred). Técnico: Carlos Alberto Parreira.
AUSTRÁLIA: Schwarzer, Emerton, Neill, Moore (Aloisi), Popovic (Bresciano), Chipperfield, Culina, Vince Grella, Cahill (Kewell), Sterjovski e Viduka. Técnico: Guus Hiddink.
Cartões amarelos: Cafu, Robinho e Ronaldo (Brasil); Emerton e Culina (Austrália)

22 de junho de 2006
Japão 1 x 4 Brasil
Local: Westfalenstadion, Dortmund
Público: 60.285
Árbitro: Eric Poulat (França)
Assistentes: L. Dagorne (França) e V. Texier (França)
Gols: Tamada (Japão - 33 do 1º tempo), Ronaldo (46 do 1º tempo), Juninho Pernambucano (8 do 2º tempo), Gilberto (14 do 2º tempo) e Ronaldo (35 do 2º tempo)
BRASIL: Dida (Rogério Ceni), Cicinho, Lúcio, Juan, Gilberto, Gilberto Silva, Juninho Pernambucano, Kaká (Zé Roberto), Ronaldinho Gaúcho (Ricardinho); Ronaldo e Robinho. Técnico: Carlos Alberto Parreira.
JAPÃO: Kawaguchi, Kaji, Nakazawa, Tsuboi, Alex Santos, Ogasawara (Koji Nakata), Inamoto, Nakamura, H. Nakata, Tamada e Maki (Takahara, Oguro). Técnico: Zico.
Cartão amarelo: Gilberto

Oitavas-de-final
27 de junho de 2006 Brasil 3 x 0 Gana
Local: Westfalenstadion, Dortmund
Público: 60.285
Árbitro: Lubos Michel (Eslováquia)
Assistentes: R. Slysko (Eslováquia) e M. Balko (Eslováquia)
Gols: Ronaldo (5' do 1º tempo), Adriano (46' do 1º tempo) e Zé Roberto (39' do 2º tempo)
BRASIL: Dida, Cafu, Lúcio, Juan, Roberto Carlos, Émerson (Gilberto Silva), Zé Roberto, Kaká (Ricardinho), Ronaldinho Gaúcho, Adriano (Juninho Pernambucano) e Ronaldo. Técnico: Carlos Alberto Parreira.
GANA: Kingson, Pantsil, Pappoe, Mensah. Shilla, Eric Addo (Boateng), Appiah, Draman, Muntari, Amoah (Tachie-Mensah) e Gyan. Técnico: Ratomir Dujkovic.
Cartões amarelos: Juan e Adriano (Brasil), Pantsil, Eric Addo, Appiah, Muntari e Gyan (Gana)
Cartão vermelho: Gyan (Gana)

Quartas-de-final
1º de julho de 2006 Brasil 0 x 1 França
Local: Commerzbank Arena, Frankfurt
Público: 43.324
Árbitro: Luis Medina Cantalejo (Espanha)
Assistentes: V. G. Carrasco (Espanha) e P. M. Hernández (Espanha)
Gols: Henry (11' do 2º tempo)
BRASIL: Dida, Cafu (Cicinho), Lúcio, Juan, Roberto Carlos, Gilberto Silva, Zé Roberto, Juninho (Adriano), Kaká (Robinho), Ronaldinho Gaúcho e Ronaldo. Técnico: Carlos Alberto Parreira.
FRANÇA: Barthez , Sagnol, Thuram, Gallas, Abidal, Makelele, Vieira, Malouda (Wiltord), Ribéry (Govou), Zidane e Henry (Saha) Técnico: Raymond Domenech.
Cartões amarelos: Cafu, Juan, Ronaldo e Lúcio (Brasil) e Sagnol, Thuram e Saha (França)

Colocação do Brasil na Copa de 2006 - 5º lugar (eliminado nas quartas-de-final)

Brasil na Copa de 2010 na África do Sul:
15/06/2010
Brasil x Coreia do Norte
Local: Coca-Cola Park, Joanesburgo
Público:
Árbitro:
Assistentes:
Gols:
Brasil:
Coreia do Norte:
Cartões amarelos:
Cartões vermelhos:

20/06/2010
Brasil x Costa do Marfim
Local: Soccer City Stadium, Joanesburgo
Público:
Árbitro:
Assistentes:
Gols:
Brasil:
Coreia do Norte:
Cartões amarelos:
Cartões vermelhos:

25/06/2010
Portugal x Brasil
Local: Moses Mabhida Stadium, Durban
Público:
Árbitro:
Assistentes:
Gols:
Brasil:
Coreia do Norte:
Cartões amarelos:
Cartões vermelhos:

Leia também:
Artilheiros da Copa do Mundo de 2006
Lista dos artilheiros de todas as Copas do Mundo (1930-2010)
Dia e horário dos Jogos do Brasil na Copa do Mundo de 2006
Tabela dos jogos da Copa do Mundo de 2006
• Especial Copa do Mundo da Alemanha 2006

Copa do Mundo de futebol
Estatísticas e curiosidades da Copa do MundoArtilheiros de todas as Copas do MundoBrasil na Copa do MundoMascotes das Copas do MundoLista dos artilheiros de todas as Copas do Mundo

Todas as Copas do Mundo
Uruguai 1930 | Itália 1934 | França 1938 | Brasil 1950 | Suíça 1954 | Suécia 1958 | Chile 1962 | Inglaterra 1966 | México 1970 | Alemanha 1974 | Argentina 1978 | Espanha 1982 | México 1986 | Itália 1990 | EUA 1994 | França 1998 | Coreia e Japão 2002 | Alemanha 2006 | África do Sul 2010 | Brasil 2014 | Rússia 2018 | Catar 2022

  Passagem de avião